Site Loader

:: Convergência Digital – 16/01/2015

A segunda rodada de negociação da Campanha Salarial 2015 dos trabalhadores de Tecnologia de Informação (TI) do Estado de São Paulo aconteceu nesta sexta-feira, 16/01, e, mais uma vez, não houve acordo entre as partes.

De acordo com informações do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Daddos e Tecnologia da Informação- Sindpd, os empresários mantiveram a proposta de reajuste salarial de 6,5%, apresentando um tímido avanço no valor do vale-refeição, de R$14 para R$15 (para jornada de 8 horas apenas), e 6,7% nos pisos salariais. O VR e a PLR foram propostos para empresas com mais de 30 funcionários.

Os trabalhadores, por sua vez, mantiveram os índices da contraproposta apresentada na primeira mesa de negociação, realizada no dia 13: aumento de 9,5%; 10,5% de reajuste nos pisos salariais; vale-refeição (VR) de R$18, 00 e R$ 14,00, considerando jornadas de oito e seis horas diárias, respectivamente.

Para Antonio Neto, presidente do Sindpd, as alegações do sindicato patronal se repetem todos os anos na mesa de negociação. “Os empresários chegam na mesa de negociação, dizem que as perspectivas são tenebrosas para o ano que se inicia, mas há sempre um crescimento fabuloso do setor de TI ao final do período”, criticou. A próxima rodada de negociação está agendada para sexta-feira, dia 23 de janeiro.

Conheça as propostas colocadas à mesa na segunda rodada de negociação:

Proposta Seprosp

Reajuste salarial de 6,5%;
6,7% de reajuste nos pisos salariais;
Vale-refeição (VR) de R$15 para empresas com mais de 30 empregados;
Obrigatoriedade de apresentação de proposta de Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) para empresas com mais de 30 empregados.

Contraproposta Sindpd

Reajuste salarial de 9,5%;
10,5% de reajuste nos pisos salariais;
Vale-refeição (VR) de R$18, 00 e R$ 14,00 à categoria, considerando jornadas de oito e seis horas diárias, respectivamente;
Obrigatoriedade de apresentação de proposta de participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) para todas as empresas do setor;
Assistência Médica, com avanço de cláusula de apólice geral de melhores índices (o trabalhador passaria a arcar com 60% do valor e as empresas com 40%);
Auxílio-alimentação no valor fixo de R$90,00 reais;
Reembolso de 50% (cinquenta por cento) do valor da mensalidade ao empregado que estiver fazendo curso que vá ao encontro dos interesses da empresa;
Feriado no dia 19 de outubro (dia do Profissional de TI).

*Com informações do Sindpd

Post Author: Akurat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *