Site Loader

Embora certamente o objetivo da maioria dos empresários seja a criação de valor para a empresa, muitos, inadvertidamente ou inconscientemente tomam medidas que acabam reduzindo muito o próprio patrimônio.


Muitos empresários se enganam acreditando que as Receitas são o grande valor da empresa, mas não são. Aumentar receitas as custas de redução de margens não cria valor algum. Dê uma olhada no histórico das empresas e compare o crescimento da receita com o crescimento do valor da empresa. Facilmente você vai constatar que a

receita cresce muito mais que o valor da empresa. O aumento das vendas por si só raramente se traduz em valor.



Klaus Ehmke comenta: Lembre-se que só aumentar as vendas não cria valor para a empresa, o que você faz e como você faz é o que cria valor.
Quando se trata de criar valor para a empresa, o que você faz importa, o negócio que você está importa, a recorrência da sua receita e vários outros fatores que muitas vezes são esquecidos, é o que realmente importa.
Outro fator importante muitas vezes esquecido pelos empresários é que o valor da empresa não é baseado apenas no desempenho passado. Aliás o desempenho passado serve apenas como parâmetro de tendência para sustentar a razoabilidade das projeções do desempenho futuro.

O que os ativos da sua empresa podem gerar no futuro é o que realmente importa e cria valor.

Então, quais são esses ativos importantes, que vão garantir ou destruir o valor e o futuro da sua empresa?
Alguns deles são:
1. Estrutura Societária Simples – Por diversas razões, algumas empresas têm uma estrutura societária complicada. Várias empresas e vários acionistas minoritários na estrutura são um fator que desvaloriza a empresa e dificulta a entrada de investidores ou financiadores. Na verdade, a grande maioria dos negócios familiar tem estruturas societárias complicadas. Independentemente de como essas estruturas se formaram ao longo do tempo é fundamental organizar e simplificar essas estruturas para criar valor para sua empresa. As estruturas societárias complicadas criam muitas vezes objetivos conflitantes e disputas, criam direitos de voto complicados que dificultam a tomada de decisões e muitas outras complicações que o investidor não precisa e não quer se envolver.
2. Transparência Administrativa – Esse é outro ativo fundamental, que todos investidores procuram, e por isso agrega muito valor a sua empresa. A transparência na administração, e nas demonstrações financeiras, são ingredientes essências e impactam significativamente na performance futura da empresa.
3. Recursos Humanos. Os seu time gerencial agrega muito valor a sua empresa. Ter uma time gerencial capacitado, idôneo e comprometido com a empresa agrega muito valor pois e um dos principais ingredientes para a performance futura.
4. Aquisições oportunistas. Infelizmente a realidade é que a maioria das aquisições não funcionam. A maioria das empresas não sabem como integrar aquisições, porque a maioria das empresas não sabem o que estão comprando realmente. Ainda mais não sabem como aproveitar essas aquisições em valor futuro – mesmo quando eles são parte de um plano estratégico de crescimento. Muitas vezes as empresas fazem aquisições para aumentar receita pensando que vão aumentar o valor da sua empresa. Pode ser uma boa estratégia se você conseguir comprar por um valor baixo, mas não deixe de considerar todos os custos e dificuldades de fazer a aquisição funcionar.
5. Contratos recorrentes e de longo prazo. – Ter contratos recorrentes agregam muito valor a empresas, mas para isso os contratos tem que ter clausulas que protejam a empresa do fácil cancelamento. Contratos que podem ser cancelados em 30 dias sem nenhuma penalidade, não agregam muito valor.
6. Produtos com tecnologia de ponta. – Ter produtos ou atuar em setores que representam as tecnologias do futuro é fundamental. Se você é uma empresa de software por exemplo, de nada adianta ter um excelente produto, de uma tecnologia totalmente ultrapassada. Muitas vezes o custo da atualização tecnológica, inviabiliza o futuro do produto e da empresa.
7.  Saúde Financeira. – Pode parecer contraditório e paradoxal, mas a grande maioria das empresas começa a procura por investidores na hora errada. As empresas costumam procurar por investidores e por financiamentos quando a situação financeira não é das melhores, quando na verdade a melhor época para conseguir dinheiro é quando você não precisa dele.
Vender sua empresa quando ela está com uma boa saúde financeira e com bons indicadores de performance e a hora certa e é quando sua empresa vale mais.
Buscar um investidor quando a empresa está em situação financeira difícil muitas vezes é a única solução, mas com certeza a fragilidade da situação vai reduzir significativamente o valor de sua empresa.
A vantagem de pedir o dinheiro quando você não precisa é que além do custo de capital ser muito mais barato, ele ajuda a utilizar suas linhas de crédito e ativos ao máximo e o capital adicional vai alavancar os negócios e gerar mais crescimento futuro.

O futuro é o que importa. O futuro é o que forma valor para sua empresa, e se preparar para o futuro e a melhor forma de criar valor para sua empresa. Corrigir esses fatores que reduzem o valor de sua empresa levam tempo e muito trabalho. Comece o quanto antes.

Artigo escrito por:

Post Author: Akurat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *